ATENÇÃO! 2a. EDIÇÃO DO LIVRO BASE DISPONÍVEL! NA LOJA VIRTUAL DA FEDF - clique na imagem

MEU IDIOMA

ptafarcazh-CNhrenfrdeeliwhiidgaitjakoplruesuk

CADASTRE-SE

SITES RELACIONADOS



PROGRAMA JORNADA FRATERNA
FORMAÇÃO BÁSICA EM ATENDIMENTO FRATERNO

ROTEIRO DE ESTUDO DOZE
Querido Irmão, Querida irmã,
Alegria e Paz!
     Este Roteiro apresenta sugestões de estudo e reflexão baseadas no livro “Atendimento Fraterno no Centro Espírita: A Terapêutica do Cristo Consolador” (livro-base).

CAPÍTULO PARA ESTUDO: 14
      Com este capítulo iniciamos a PARTE II do livro-texto, que aborda os Conceitos Operacionais, a Organização e a Prática da Atividade de Atendimento no Centro Espírita, focalizando especificamente a atividade do DIÁLOGO FRATERNO.

O Atendimento Fraterno pelo Diálogo:
Temáticas Gerais dos Atendidos
Páginas 137 a 146 (1a. ed.); Páginas 189 a 201 (2a. ed.)
OBJETIVO DO CAPÍTULO 14
Parte II: Seção IV - Conceitos Operacionais
Explicita as temáticas mais frequentemente abordadas pelos Atendidos no Diálogo Fraterno, apresentando-as em uma tipologia classificatória. Enfatiza a necessidade de instrumentalização específica dos trabalhadores.

ATIVIDADES INDIVIDUAIS (prévias ao encontro do Grupo de Formação)
      Neste capítulo, são abordadas as diferentes temáticas que podem ser trazidas pelos atendidos na atividade de DIÁLOGO FRATERNO. Em seu estudo, focalize os itens abaixo.
1. Identifique no texto o enunciado do objetivo principal do Diálogo Fraterno.
2. Coloque a tipologia das temáticas apresentadas em um esquema, resumindo o que você considera seja a principal característica de cada uma.
3. De sua experiência de vida ou de trabalho na Casa, rememore casos que exemplifiquem cada temática apresentada. Se decidir compartilhá-los no Grupo, conserve anônimos os envolvidos.
4. Como você entende a distinção entre os “casos de encaminhamento claro” e os “casos complexos”? Você acha útil ou não essa distinção? Por que?
5. Reflita, utilizando-se do texto, sobre as razões que levaram a Espiritualidade Superior a enfatizar a necessidade de instrumentalização para o trabalho de atendimento ao próximo através da terapêutica do Cristo Consolador.
6. Enumere os benefícios que você poderá usufruir da preparação consciente para o trabalho de Atendimento Fraterno.

ATIVIDADES NO GRUPO DE FORMAÇÃO
      Sugerimos que sejam seguidos os itens da orientação sobre “Dinâmica dos Encontros do Grupo de Formação”, explicitada na página “GRUPOS DE FORMAÇÃO”, neste site. Menu: “Formação em Atendimento Fraterno”.

MENSAGEM INSPIRADORA

“Instrumentalização do Trabalhador Espírita”
(Espírito Bezerra de Menezes)
     A mensagem integral encontra-se na página “MENSAGENS INSPIRADORAS”, neste site. Menu: “Formação em Atendimento Fraterno”. Pode ser baixada pelo usuário.

SUA PRÓXIMA TAREFA
     Tomar conhecimento e realizar as atividades individuais do “ROTEIRO TREZE” antes do encontro do seu Grupo de Formação no qual ele vai ser focalizado.

ESTEJA SEMPRE NA PAZ DO DIVINO MESTRE !

copyright@ NEUZA ZAPPONI-MELLO, 2016

CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Neuza Zapponi de Mello

     Escritora; palestrante; facilita cursos de autotransformação (reforma íntima) e formação de trabalhadores espíritas. Filiações de trabalho: Federação Espírita do Distrito Federal (FEDF) e Comunhão Espírita de Brasília. Profissional por quarenta e sete anos em Psicologia e Educação. Vasta experiência no atendimento a pessoas em sofrimento profundo (perdas, traumas, crises severas, doenças graves). Professora-doutora aposentada da Universidade de Brasília (UnB). Ex-professora da University of Texas (USA).

MULTIPLICADORES DE FORMAÇÃO
Luiz Fernando Marques
Márcia Elise B G Almeida
Moisés Shalon G de Almeida
Rívea F Maia
Ruth Meireles Daia

 FEDF (DAE) – MEMÓRIA 10 ANOS: 2006-2016
FORMAÇÃO DE TRABALHADORES EM ATENDIMENTO FRATERNO
Clique na imagem para ver o arquivo