ATENÇÃO! 2a. EDIÇÃO DO LIVRO BASE DISPONÍVEL! NA LOJA VIRTUAL DA FEDF - clique na imagem

MEU IDIOMA

ptafarcazh-CNhrenfrdeeliwhiidgaitjakoplruesuk

CADASTRE-SE

SITES RELACIONADOS



PROGRAMA JORNADA FRATERNA
FORMAÇÃO BÁSICA EM ATENDIMENTO FRATERNO

ROTEIRO DE ESTUDO DEZ
Querido Irmão, Querida irmã,
Alegria e Paz!
      Este Roteiro apresenta sugestões de estudo e reflexão baseadas no livro “Atendimento Fraterno no Centro Espírita: A Terapêutica do Cristo Consolador” (livro-base).

CAPÍTULO PARA ESTUDO: 10
Formas de Atendimento Fraterno na Casa Espírita
Páginas 109 a 114 (1a. ed.); Páginas 149 a 117 (2a. ed.)

OBJETIVO DO CAPÍTULO 10
Parte I: Fundamentação e Filosofia - Seção II: Contextual
Exemplifica diferentes formas de Atendimento Fraterno no Centro Espírita.

ATIVIDADES INDIVIDUAIS (prévias ao encontro do Grupo de Formação)
      Neste capítulo, constatamos que o Atendimento Fraterno pode se realizar em diferentes formatos dentro do Centro Espírita, a depender do tipo de organização e objetivos das atividades oferecidas na instituição. A partilha de conhecimentos no seu Grupo é importante neste estudo.Para estudo das alternativas apresentadas, propomos o seguinte.
1. Leia o capítulo todo, para se inteirar das diferentes formas de atendimento fraterno propostas no texto. Faça um resumo do sentido principal de cada uma delas.
2. Em seguida, enumere e descreva quais formas de atendimento existem na Instituição que frequenta e como funcionam. Se você não conhece alguma delas, planeje uma conversa com o coordenador da atividade e/ou uma visita para observar o seu funcionamento. Recorde que você necessitará estar ciente de todas as atividades de sua Casa, para poder bem orientar e/ou encaminhar pessoas em atendimento. Se souber como funciona alguma atividade e não outras, predisponha-se a compartilhar seu conhecimento e aprender sobre as atividades que desconhece, no Grupo de Formação. Planeje visitas, mesmo posteriores ao encontro, para se inteirar do funcionamento de todas as atividades de atendimento da sua Casa de trabalho.
3. Estabeleça necessidades que porventura notar em sua Casa de atuação. Elabore sugestões para oferecer àqueles encarregados do funcionamento de grupos de trabalhos que envolvam atendimentos.
4. Considere sugerir mudanças de nomenclatura em atividades, se for o caso, após refletir sobre os fundamentos evangélicos de suas sugestões.
5. Verifique e anote necessidades de capacitação – em relação a si mesmo e a colegas de trabalho – e planeje como poderá contribuir para que elas se efetivem em sua Casa Espírita.
6. Caso conheça o funcionamento de outras formas de atendimento, na literatura ou em outras Casas Espíritas, anote e ofereça como sugestões para discussão no seu Grupo.

ATIVIDADES NO GRUPO DE FORMAÇÃO
      Sugerimos que sejam seguidos os itens da orientação sobre “Dinâmica dos Encontros do Grupo de Formação”, explicitada na página “GRUPOS DE FORMAÇÃO”, neste site. Menu: “Formação em Atendimento Fraterno”.

MENSAGEM INSPIRADORA
“Auxiliar”
(Espírito Emmanuel)
     A mensagem integral encontra-se na página “MENSAGENS INSPIRADORAS”, neste site. Menu: “Formação em Atendimento Fraterno”. Pode ser baixada pelo usuário.

SUA PRÓXIMA TAREFA
      Tomar conhecimento e realizar as atividades individuais do “ROTEIRO ONZE” antes do encontro do seu Grupo de Formação no qual ele vai ser focalizado.

ESTEJA SEMPRE NA PAZ DO DIVINO MESTRE !

copyright@ NEUZA ZAPPONI-MELLO, 2016

CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Neuza Zapponi de Mello

     Escritora; palestrante; facilita cursos de autotransformação (reforma íntima) e formação de trabalhadores espíritas. Filiações de trabalho: Federação Espírita do Distrito Federal (FEDF) e Comunhão Espírita de Brasília. Profissional por quarenta e sete anos em Psicologia e Educação. Vasta experiência no atendimento a pessoas em sofrimento profundo (perdas, traumas, crises severas, doenças graves). Professora-doutora aposentada da Universidade de Brasília (UnB). Ex-professora da University of Texas (USA).

MULTIPLICADORES DE FORMAÇÃO
Luiz Fernando Marques
Márcia Elise B G Almeida
Moisés Shalon G de Almeida
Rívea F Maia
Ruth Meireles Daia

 FEDF (DAE) – MEMÓRIA 10 ANOS: 2006-2016
FORMAÇÃO DE TRABALHADORES EM ATENDIMENTO FRATERNO
Clique na imagem para ver o arquivo