ATENÇÃO! 2a. EDIÇÃO DO LIVRO BASE DISPONÍVEL! NA LOJA VIRTUAL DA FEDF - clique na imagem

MEU IDIOMA

ptafarcazh-CNhrenfrdeeliwhiidgaitjakoplruesuk

CADASTRE-SE

SITES RELACIONADOS



PROJETO JORNADA FRATERNA
FORMAÇÃO BÁSICA EM ATENDIMENTO FRATERNO
ROTEIRO DE ESTUDO VINTE E CINCO
Querido Irmão, Querida irmã,
Alegria e Paz!
     Com o presente Roteiro de Estudo iniciamos o estudo das temáticas apresentadas pelos Atendidos no contexto do Atendimento Fraterno. Dada a complexidade de que se reveste cada uma, focalizamos nesta parte somente o material indispensável, deixando os aprofundamentos desejáveis e necessários para a segunda etapa deste Programa, isto é, a Formação Continuada.

Estudo Introdutório da temática “Sofrimento Humano”

OBJETIVOS DESTA PARTE DA FORMAÇÃO
Adquirir uma visão introdutória de cada temática focalizada para:
a) Estar apto a compreendê-la em seus aspectos gerais.
b) Verificar posicionamentos básicos da Doutrina Espírita a respeito da questão.
c) Identificar algumas sugestões de como tratar a temática no contexto do Atendimento Fraterno.

ATIVIDADES INDIVIDUAIS (prévias ao encontro do Grupo de Formação).
     Neste estudo você é convidado a refletir sobre o sofrimento humano, ao mesmo tempo que identifica elementos de sua própria vivência nessa área das experiências humanas. Suas reflexões serão baseadas em três textos, oferecidos neste site, no menu:“Formação Continuada: Temáticas”. Item “2. Sofrimento”

TEXTO I - Na página “Para Compreender”, leia o texto em sua integralidade. Após, trabalhe os pontos de estudo indicados.
COMPREENDENDO O SOFRIMENTO HUMANO
1. Sobre as Características Gerais do Estado do Sofrimento:
a) O que levou a autora a denominar as reações de sofrimento como um “estado”?
b) Quais componentes de nossa intimidade são afetados pela nossa resistência em aceitar as circunstâncias indesejadas de nossa vida?
c) Explique como essa resistência pode resultar do processo natural de viver encarnado.
d) Qual componente do processo evolutivo constantemente desafia nosso desejo de estruturação e controle?
e) Por que acontecem as “reações de sofrimento”?
2. Sobre as Situações Potencialmente Geradoras de Sofrimento, responda:
Quais são as duas situações gerais potencialmente geradoras de sofrimento?
Explique.
3. Elabore na forma de um pequeno sumário as quatro Características Psicoemocionais da Pessoa em Sofrimento. Anote mentalmente ou por escrito ocasiões em que, em estado de sofrimento, você se sentiu das formas descritas no texto. Compartilhe as anotações com seu Grupo de Formação, enunciando serem experiências suas ou, se preferir, mencionando-as como de seu conhecimento.
4. Enumere as Reações Humanas Comuns nos Estados de Sofrimento. Reflita sobre cada uma, identificando possíveis reações já experimentadas por você.

TEXTO II
- Na página “Cuidados que Auxiliam”, leia o texto em sua integralidade. Após, trabalhe os pontos de estudo indicados.
SUGESTÕES DE CUIDADOS PARA PESSOAS EM SOFRIMENTO
1. Faça um resumo esquemático das sugestões de cuidados apresentadas. Reflita sobre a natureza de cada uma delas e sobre como os conceitos se apresentam em sua experiência pessoal. Compartilhe com o grupo comentários sobre aplicações dessas sugestões na própria vida.
2. Relembre aspectos importantes do Atendimento Fraterno percorrendo com atenção os “lembretes” ao final do texto.

SOFRIMENTO DA PERDA
Para complementar sua visão básica sobre o sofrimento humano, volte ao menu “Formação Continuada: Temáticas” e acesse a temática “3. Perdas-luto”: “Compreendendo Perdas”.

TEXTO III - Na página “Compreendendo a Perda e o Luto: Conceituações Básicas”, leia o texto em sua integralidade. Após, trabalhe os pontos de estudo indicados.
1. Como você compreende a ocorrência das reações de perda no ser humano?
2. O que é necessário acontecer para que em uma dada situação o ser humano conviva e supere as reações dolorosas de perda?

OBSERVAÇÃO: Reações intensas de perda e luto ocasionam muito sofrimento ao ser humano, sendo muitas vezes incapacitante, correlacionando-se à depressão e até mesmo ao suicídio, direto ou indireto. Todas as sugestões de cuidados recomendados na seção sobre a temática do sofrimento são aplicáveis ao atendimento a pessoas com essas reações.

ATIVIDADES NO GRUPO DE FORMAÇÃO
     Sugerimos que sejam seguidos os itens da orientação sobre “Dinâmica dos Encontros do Grupo de Formação”, explicitada na página “GRUPOS DE FORMAÇÃO”, neste site. Menu: “Formação em Atendimento Fraterno”.

MENSAGEM INSPIRADORA
“Perante a Dor”.
(Espírito Hammed)
     A mensagem integral encontra-se na página “MENSAGENS INSPIRADORAS”, neste site. Menu: “Formação em Atendimento Fraterno”. Pode ser baixada pelo usuário.

SUA PRÓXIMA TAREFA
Tomar conhecimento e realizar as atividades individuais do “ROTEIRO VINTE E SEIS” antes do encontro do seu Grupo de Formação no qual ele vai ser focalizado.

ESTEJA SEMPRE NA PAZ DO DIVINO MESTRE !

copyright@ NEUZA ZAPPONI-MELLO, 2017

CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Neuza Zapponi de Mello

     Escritora; palestrante; facilita cursos de autotransformação (reforma íntima) e formação de trabalhadores espíritas. Filiações de trabalho: Federação Espírita do Distrito Federal (FEDF) e Comunhão Espírita de Brasília. Profissional por quarenta e sete anos em Psicologia e Educação. Vasta experiência no atendimento a pessoas em sofrimento profundo (perdas, traumas, crises severas, doenças graves). Professora-doutora aposentada da Universidade de Brasília (UnB). Ex-professora da University of Texas (USA).

MULTIPLICADORES DE FORMAÇÃO
Luiz Fernando Marques
Márcia Elise B G Almeida
Moisés Shalon G de Almeida
Rívea F Maia
Ruth Meireles Daia

 FEDF (DAE) – MEMÓRIA 10 ANOS: 2006-2016
FORMAÇÃO DE TRABALHADORES EM ATENDIMENTO FRATERNO
Clique na imagem para ver o arquivo