ATENÇÃO! 2a. EDIÇÃO DO LIVRO BASE DISPONÍVEL! NA LOJA VIRTUAL DA FEDF - clique na imagem

MEU IDIOMA

ptafarcazh-CNhrenfrdeeliwhiidgaitjakoplruesuk

CADASTRE-SE

SITES RELACIONADOS



Caro Coordenador de Curso,
        O documento que se segue foi elaborado no intuito de auxiliá-lo no Planejamento de Curso para efeitos de aprovação ou divulgação no âmbito de sua Instituição. Oferecemos dois tipos de programação, que variam quanto à quantidade de estudos planejada para cada encontro do Grupo de Formação. Você encontrará no lugar apropriado deste site o documento correspondente à sua escolha para desenvolvimento do Curso. Desejamos que o trabalho seja produtivo e agradável para todos os envolvidos!
           Brasília, 2017
           Neuza Zapponi de Mello

FORMAÇÃO EM ATENDIMENTO FRATERNO - ETAPA I
PLANEJAMENTO DE CURSO
INTRODUÇÃO
    O número de pessoas que buscam auxílio e esclarecimento espirituais nas Casas Espíritas tem crescido exponencialmente nos últimos anos. O contingente de Atendentes Fraternos Individuais que os atendem para o encaminhamento inicial à luz da Doutrina Espírita se torna cada vez mais insuficiente para essa crescente demanda. Por outro lado, a complexidade da situação de muitos que buscam o Diálogo Fraterno requer do trabalhador uma qualificação que inclua, além de um sólido conhecimento da Doutrina Espírita, um chamamento interno e um preparo específico para a realização do trabalho de acolhimento, consolo e esclarecimento da pessoa em sofrimento.
     Além disso, é importante notar que, para aquele que chega à Casa em aflição, as posturas e ações do Atendente Fraterno representam o Espiritismo como cristianismo renovado, em sua feição de doutrina consoladora e esclarecedora por excelência. É de primordial importância, portanto, a preparação do voluntário que servirá de intermediário entre aquele que chega e a sua utilização dos recursos que a Casa e a Doutrina Espírita oferecem para sua melhoria de vida. É dessa preparação que trataremos a seguir.

PREMISSAS DO PROCESSO DE FORMAÇÃO
     A capacitação do trabalhador para as atividades de atendimento no Centro Espírita necessita de sólida fundamentação doutrinária e evangélica, traduzida como uma jornada de discípulo (aprendiz) do Cristo - e a aprendizagem de uma instrumentalização específica - para que aconteçam a organização e a prática do atendimento de acordo com a visão, os conhecimentos e a ética espíritas.
     O trabalho de integração dos aspectos íntimos dessa jornada demanda - por parte do trabalhador – além do estudo e das reflexões imediatas, trabalho mental, emocional e prático que se desenvolve através de um processo de amadurecimento pessoal e da incorporação da metodologia específica da tarefa de atendimento pelo diálogo fraterno.
     Com esse entendimento, criamos o processo de formação que denominamos “PROGRAMA JORNADA FRATERNA”, descrito neste site. Esse processo tem sido desenvolvido com sucesso em Instituições Espíritas diversas do Sistema do Distrito Federal, de outros Sistemas da Federação Brasileira e além....

PLANO DE CURSO DA ETAPA I DA FORMAÇÃO
     A Etapa I da formação proporciona a formação básica instrumental para capacitar os trabalhadores para o Diálogo Fraterno com a Pessoa que busca acolhimento e consolo para suas dificuldades, encaminhando-a aos recursos e ensinamentos da Doutrina Espírita e da Casa.

SELEÇÃO DE PARTICIPANTES
Os participantes são selecionados pela direção da Casa, dentre aqueles trabalhadores que se julga atenderem ao perfil adequado para o trabalho do Atendimento Fraterno. Recomenda-se utilizar critérios de experiências-base do candidato, principalmente quanto à maturidade pessoal e atuação efetiva em grupos de trabalho como voluntário associado do Centro Espírita, assim como conhecimento da Doutrina Espírita, comprovado por cursos como o ESDE ou equivalentes - e outros de aprofundamento.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
I. Fundamentação, organização e prática do Atendimento Fraterno
a) O trabalho de Atendimento Fraterno, seus Fundamentos e Essência: conceituações, posicionamentos, finalidades, funções, formas, compromissos, responsabilidades e ética do Atendimento Fraterno na casa Espírita.
b) A prática do Atendimento Fraterno, a organização e a dinâmica do Encontro Fraterno Individual: preparação do campo de trabalho, o processo de atendimento, as habilidades e conhecimentos necessários ao acolhimento, consolo, esclarecimento, encaminhamento dos Atendidos (e eventual acompanhamento do progresso dos mesmos).
II. Síntese das temáticas recorrentes no Atendimento Fraterno
Conhecimento-síntese de conteúdos de temáticas recorrentes no Atendimento Fraterno, seus limites e método de abordagem no contexto do Diálogo Fraterno e sugestões de encaminhamento dentro do contexto e dos recursos da Casa Espírita de atuação.
III. Organização e funcionamento da Casa Espírita
Estudo dos aspectos organizacionais e funcionais do Centro Espírita de atuação, isto é, suas normas básicas, a organização e o funcionamento de suas diversas áreas de ação, incluindo o trabalho de Atendimento Fraterno e sua relação com os outros órgãos da Casa.

MATERIAIS PARA ESTUDO
São indispensáveis ao desenvolvimento da programação (sem exclusão de outros complementares).
LIVRO-BASE: Atendimento Fraterno no Centro Espírita: A Terapêutica do Cristo Consolador”. Neuza Zapponi-Mello. Brasília: FEDF (1a. edição: 2015; 2a. edição:2017).
ROTEIROS DE ESTUDO: São materiais complementares e indispensáveis ao estudo do livro-base, elaborados pela autora do mesmo. Apresentam questões para discussão e exercícios adicionais a serem realizados, individualmente e no Grupo de Formação. São disponibilizados no menu “Formação em Atendimento Fraterno”, página “Roteiros de Estudo”.
TEXTOS, LIVROS E ÁUDIOVISUAIS SOBRE TEMÁTICAS ESPECÍFICAS: Materiais selecionados que abordam conhecimento básico sobre como conduzir o diálogo referente às temáticas mais frequentemente apresentadas pelos Atendidos na Casa. Podem ser encontrados neste site ou serem produzidos pelo próprio grupo.
DOCUMENTOS E ORIENTAÇÕES PRÁTICAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO CENTRO ESPÍRITA: São usados como fonte de conhecimentos relativos à organização e funcionamento da Casa como um todo, com vistas à preparação para encaminhamento apropriado às terapêuticas oferecidas na Instituição. Diretores e dirigentes da Instituição poderão ser transmissores desse conhecimento, através de apresentações sobre suas áreas de trabalho.

DESENVOLVIMENTO DO CURSO DE FORMAÇÃO
O Curso de Formação disponibilizado neste site oferece a indicação do material-base e todo o material orientador complementar para os itens do conteúdo programático (com exceção dos documentos relativos à Casa Espírita dos participantes). Todos os textos do site podem ser impressos para uso pessoal.

METODOLOGIA
Os estudos serão realizados de acordo com a seguinte metodologia:
         
ESTUDO PRÉVIO E INDIVIDUAL. Anteriormente a cada encontro de grupo o membro deve realizar individualmente as atividades de estudo e reflexão orientadas segundo o “Roteiro de Estudo” programado.
          ENCONTRO DO GRUPO DE FORMAÇÃO. As atividades do Roteiro de Estudo são objeto de discussão e partilhas entre os membros do Grupo de Formação no encontro subsequente ao estudo individual. O Grupo de Formação deve seguir a dinâmica especificamente orientada pelo Programa. A depender do número de horas programado para o encontro do Grupo, mais de um Roteiro poderá ser estudado.

PROGRAMAÇÃO DE ENCONTROS
Oferecemos dois tipos de programação de estudos, cada uma contendo calendário de estudos individuais e de encontros presenciais, com discriminação de conteúdo a ser desenvolvido por dia de encontro. Assim, oferecemos uma programação "Regular" e outra "Intensiva". A diferença entre elas se encontra na quantidade de material focalizado por dia de encontro. Em consequência, há variação no número de encontros. Ao término, porém, os conteúdos propostos nas duas modalidades são os mesmos, variando somente o tempo utilizado para os estudos, reflexões e trocas entre os grupos. Recomendamos que, se possível, seja desenvolvida a opção "Regular", por ser a mais adequada à assimilação dos conteúdos e às trocas de experiências pelo Grupo de Formação.
          PROGRAMAÇÃO REGULAR - O conteúdo de cada dia de encontro é dosado de acordo com a experiência relatada como mais confortável e produtiva por grupos que já cursaram o Programa Básico. Os encontros são semanais, de duas horas cada, focalizando um Roteiro de Estudos por encontro. Esta é a modalidade que tem sido preferida pela maioria dos Grupos, porque o estudo individual envolve menos tempo que na modalidade intensiva, embora o número de encontros de Grupo seja maior, em comparação. Há um tempo maior para "maturação" dos conteúdos.
           PROGRAMAÇÃO INTENSIVA - Em cada dia de encontro são estudados dois Roteiros de Estudo. A quantidade de estudos individuais por semana é duplicada, em relação à opção Regular. As trocas no Grupo de Formação necessitam ser administradas de forma a maximizar a eficiência do encontro, pois o tempo para seu desenvolvimento pelo Grupo de Formação se torna mais reduzido. Orientamos que esta opção seja escolhida somente quando, por motivos válidos, não houver disponibilidade de tempo para o desenvolvimento regular do Curso. Esta modalidade demanda Coordenação experiente para seu andamento eficaz. 

        Um “Calendário Resumido” é oferecido para cada uma das modalidades.
                                                                       +++++++++
 

OBSERVAÇÃO: A depender do planejamento preferido por sua Instituição, escolha a "Programação Regular" ou a   "Programação Intensiva", constantes do menu "Desenvolvimento da Formação - Etapa I".

copyright@ NEUZA ZAPPONI-MELLO, 2017

CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Neuza Zapponi de Mello

     Escritora; palestrante; facilita cursos de autotransformação (reforma íntima) e formação de trabalhadores espíritas. Filiações de trabalho: Federação Espírita do Distrito Federal (FEDF) e Comunhão Espírita de Brasília. Profissional por quarenta e sete anos em Psicologia e Educação. Vasta experiência no atendimento a pessoas em sofrimento profundo (perdas, traumas, crises severas, doenças graves). Professora-doutora aposentada da Universidade de Brasília (UnB). Ex-professora da University of Texas (USA).

MULTIPLICADORES DE FORMAÇÃO
Luiz Fernando Marques
Márcia Elise B G Almeida
Moisés Shalon G de Almeida
Rívea F Maia
Ruth Meireles Daia

 FEDF (DAE) – MEMÓRIA 10 ANOS: 2006-2016
FORMAÇÃO DE TRABALHADORES EM ATENDIMENTO FRATERNO
Clique na imagem para ver o arquivo